Notícias

Ver notícia

O veículo de sucção e hidrojateamento é utilizado na execução de serviços de extravasamentos de esgoto; a ação previne alagamentos no período chuvoso

Um caminhão do tipo hidrovácuo é o novo aliado da Águas de Valadares na limpeza e desobstrução das redes da cidade. O gigante de aço é um veículo com alta tecnologia que se destaca por sua grande versatilidade na realização dos serviços, sendo utilizado para a sucção de pedras, areias e lixo nas redes. Além de evitar extravasamentos de esgoto, a ação tem o objetivo de reduzir alagamentos no período das chuvas.

O hidrovácuo vem sendo utilizado em redes de esgoto e redes mistas – tubulações de esgoto e drenagem urbana (bocas de lobo e poços de visita), especialmente em locais onde o empenho de outros equipamentos convencionais não são indicados. O caminhão possui uma bomba de hidrojateamento a vácuo de alta pressão que consegue sugar materiais e resíduos da tubulação a uma profundidade de até 35 metros ou distância de até 180 metros na horizontal. Também possibilita que resíduos sedimentados nas redes sejam removidos por meio do jateamento de água nas tubulações, facilitando a desobstrução.

Para alcançar o maior número possível de redes da cidade, que são antigas e de diversos tipos, o trabalho vem sendo realizado pela Águas de Valadares em parceria com a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos (SMOSU). Nesta quarta-feira (5), o caminhão foi utilizado no bairro Santos Dumont.

O gerente de Serviços da Águas de Valadares, João Carvalho, acredita que será possível desobstruir os principais pontos da cidade em curto prazo e assim, reduzir extravasamentos das redes de esgoto e os alagamentos que são comuns nos períodos chuvosos.

“Estamos investindo em tecnologia e inovação, empenhados para amenizar os transtornos provocados pelas obstruções nas redes. Precisamos do apoio da população porque encontramos muito lixo: fraldas descartáveis, absorventes, roupas, garrafas pets, sacolas plásticas… de tudo. E isso precisa ser evitado”, pontuou Carvalho.

Adão Gomes Pereira, de 70 anos, sabe bem o que é isso. Desde 1985, quando entrou para a Prefeitura através da Secretaria Municipal de Obras, trabalha com as redes da cidade. A memória tem sido a sua maior aliada. “Estou mostrando para os que fazem esse trabalho hoje, onde as redes ficam e o tamanho delas. Algumas estão aqui desde que Valadares ainda era Figueira do Rio Doce e o rio ficava em um nível bem abaixo das redes. Jogar lixo nas redes traz consequências e o entupimento é uma”.

Compartilhar:

Veja Também

Contato Saiba mais
Contato

A Águas de Valadares oferece um canal de comunicação eficiente. Entre em contato conosco.

Qualidade da Água & Regulamento de Serviços Saiba mais
Qualidade da Água & Regulamento de Serviços

Aqui você encontra os relatórios e documentos de interesse público da Águas de Valadares.

Notícias Saiba mais
Notícias

Confira as últimas notícias da Águas de Valadares e saiba mais sobre abastecimento, obras, programas e projetos.

Página Inicial Saiba mais
Página Inicial